Serviços

Localização Estratégica

Proximidade, rapidez, excelentes acessos e diminuição dos custos de transporte, através da utilização de sistemas intermodais, é o que o TVT tem para lhe oferecer.

O Terminal Multimodal do Vale do Tejo está ligado aos principais eixos rodoviários e ferroviários de Portugal e de Espanha, assegurando “transit times” reduzidos nas ligações para a Europa.


Infraestruturas

O TVT dispõe de uma área total de 220 000 m², um espaço onde são assegurados serviços de consolidação e desconsolidação de contentores, armazenagem e manipulação, carga e descarga, transferência de carga, serviços administrativos e logística personalizada.

Para além de possuir infra-estruturas cobertas para armazenamento, o TVT dispõe ainda de mais 14 mil metros quadrados de terreno livre, infraestruturado, especialmente concebido para a ampliação da área logística coberta.

 

Zona de Transferência Intermodal Rodo-Ferroviária 

  • 3 linhas férreas (uma com 750 metros e duas com 600 metros)
  • Equipamentos de Movimentação

Zona de Parqueamento de Contentores 

  • Capacidade total: 7 000 TEUS
  • Parqueamento de contentores: 100 000 m2
  • Parqueamento de caixas móveis

Zona de Operações Logísticas

  • Área coberta para operações logísticas: 6 000 m2

Zona de Expansão para Operação Logística

  • Área de construção autorizada infraestruturada: 14 000 m2

Parqueamento para Veículos Rodoviários

  • Espaço vedado com vídeo vigilância CCTV 24h e acesso controlado
Corredor Atlântico

O Corredor Atlântico, originalmente denominado como Corredor de Mercadorias n.º 4, é constituído por troços da infraestrutura ferroviária existente e planeada entre Sines/Setúbal/Lisboa/Aveiro/Leixões – Algeciras/Madrid/Bilbao /Saragoça – Bordéus/La Rochelle/Nantes/Paris/Le Havre/Metz/Strasburgo – Mannheim, transpondo as fronteiras em Vilar Formoso/Fuentes de Oñoro, Elvas/Badajoz, Irun/Hendaye e Forbach/Saarbrücken.

A 1 de Janeiro de 2016, com a extensão do Corredor Ferroviário de Mercadorias a Mannheim atravessando a fronteira França/Alemanha em Forbach/Saarbrücken, a Alemanha juntou-se a Portugal, Espanha e França como parceiro do AEIE - Corredor Atlântico. A nova configuração do Corredor Atlântico contemplou ainda uma outra ligação ao porto fluvial de Strasburgo.

A missão do Corredor Atlântico assenta, num primeiro plano, na rentabilização da infraestrutura ferroviária existente, sem investimento adicional, através de uma gestão centralizada da atribuição de capacidade, da gestão de tráfego e do relacionamento com os clientes.

Complementarmente, o Corredor Atlântico assume-se também como plataforma privilegiada para a coordenação dos investimentos na infraestrutura ferroviária em Portugal, Espanha, França e Alemanha, no sentido de serem ultrapassadas barreiras técnicas e operacionais, promovendo a interoperabilidade e, consequentemente, fomentando uma maior competitividade do transporte ferroviário de mercadorias.

Serviços
  • Armazenagem
  • Consolidação e desconsolidação
  • Logistica customizada
  • Zona alfandegada com posto Aduaneiro Público Tipo A
  • Escritórios para operadores de transporte
  • Serviços centrais de segurança equipados com sistema de vídeo
  • Serviços Administrativos e de gestão do Terminal
  • Instalações oficinais
  • Manutenção de contentores
  • Sala de formação para mais de 30 pessoas

Serviços de Apoio

  • Restaurante / Cafetaria
  • Estação de serviços